MEC Estuda Mudar Regras do ENEM em 2017

O Ministério da Educação (MEC) estuda a possibilidade de mudanças no formato do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem). A tradicional prova dos alunos e um dos meios de ingressar no Ensino Superior deve ser modificada para melhorar a eficiência do teste e obter mais aprovação do mercado. Saiba mais!

MEC Estuda Mudar Regras do ENEM

O MEC pretende abrir em janeiro de 2017 uma consulta pública para ouvir a população sobre o que pode ser modificado na prova. Para o Ministro da Educação, Mendonça Filho, a proposta é deixar a prova ainda melhor e mais eficiente, melhorando a sua aceitação no mercado e uso por instituições de ensino.

Com as mudanças na Base Nacional Comum Curricular a prova do Enem 2017 deve sofrer alterações simples em seu conteúdo. Nada muito distante do esperado atualmente, apenas o cobrado em sala de aula e com conteúdo divulgado antecipadamente para o aluno se preparar da melhor forma possível.

 

Enem Pode Ficar Mais Exigente

Especialistas no setor acreditam que a prova ganhe um formato mais exigente em conteúdo. Há alguns anos o teste é citado como “extremamente aberto”, amplo em suas cobranças e não focar no conteúdo programático de sala de aula do estudante do ensino médio.

Para a professora  de biologia Juliana Souza, de rede particular de ensino, a prova necessita de muito mais foco. “O Enem é um ótimo teste mas, de fato não diferencia os estudantes que sabem o conteúdo programático do ensino médio e os que são bons em conhecimentos gerais”, explica.

O formato atual é mantido há mais de 10 anos, com o mesmo conteúdo programático. As modificações costumam ser até o momento em leituras obrigatórias para a disciplinas de literatura e acrescentando novos conteúdos trabalhados em sala de aula.

Hoje o Enem é usado como pré requisito para projetos do Governo Federal e Ministério da Educação importante como o ProUni e Fies. Também substitui uma série de vestibulares como primeira fase no Brasil e pode ser a única forma de selecionar para o ensino superior em algumas instituições.

As inscrições do Enem 2017 são pagas para aluno de rede privada e gratuitas para estudantes concluintes ou finalizando em escola pública o ensino médio.

Reforma Curricular do Ensino Médio Gera Polêmica

Um dos motivos para a mudança na prova do Enem é a modificação curricular do Ensino Médio, prevista para começar a ser implantada em 2018. Já está gerando polêmica antes mesmo de começar.

Um dos pontos mais polêmicos é a retirada de artes e educação física como disciplinas obrigatórias. As mudanças estão em medida provisória ainda mas já gera discussões entre professores e gestores, que acreditam na necessidade de tais disciplinas.

Disciplinas opções foram acrescentadas. Linguagens, Matemática, Ciências da natureza e humanas e Formação Técnica Profissional podem ser acrescentadas à grade horária. Mas a instituição é livre para não fazê-lo caso ache necessário e os alunos podem optar estudar ou não.

O método de disciplina opcional já é usado em diversos países. Nos Estados Unidos, por exemplo, são mais de cinco disciplinas que o aluno pode optar por estudar ou não e implementar mais seu currículo acadêmico.

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink. Comments are closed, but you can leave a trackback: Trackback URL.