Entenda Como Funciona as Cotas nos Programas Educacionais

Os Programas Educacionais objetivam oferecer formação gratuita ou de desconto parcial em formações profissionais. Um bom exemplo de um programa educacional que permite o acesso à cursos de nível superior na rede particular por parte dos alunos é o Prouni. Dentro destas inciativas existe o sistema de cotas que tem requisitos e objetivos bastante específicos. Você sabe quais são?

Entenda a seguir como funcionam as cotas nos programas educacionais:

Como funcionam as cotas?

Você sabia que o sistema de cotas é previsto por lei? Isto quer dizer que é um direito do brasileiros dispor das cotas, se estiver devidamente de acordo com os requisitos. Desde 2000 existe esta proposta, mas foi em 2012 que houve a sanção da Lei 12.711 com o intuito de oficializar a medida.

As cotas nos programas educacionais são divididas em duas categorias: as cotas raciais e as cotas sociais. Entenda mais sobre as duas a seguir:

Cotas Sociais

É obrigatório para as universidades federais que esteja disponível cerca de 50% das ofertas de vagas para os estudantes que concluíram seu Ensino Médio em escolas públicas. Mas dentro desta porcentagem, é preciso ainda, subdividir em duas partes.

Parte da divisão deve ser direcionada a candidatos que possuam renda mensal per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e a outra parte para os candidatos com renda superior a 1,5 salário-mínimo.

Para concorrer às cotas raciais para o ensino público, o aluno deve se inscrever no Sisu, Sistema de Seleção Unificada. Já para os que querem concorrer às vagas no ensino particular, é preciso realizar a inscrição Prouni, Programa Universidade Para todos. A versão mais próxima do programa é o Prouni 2019 e você deve conferir todas as informações para não perder esta chance!

Cotas raciais

Semelhante às cotas sociais, as cotas de teor racial são destinadas a estudantes que sejam pretos, pardos ou indígenas e venham da escola pública de ensino.

A autodeclaração racial ficou muito popular no ingresso do ensino superior e visa igualar, a longo prazo, o cenário racial tanto nas universidades quanto no mercado de trabalho.

Além destas iniciativas, as próprias universidades têm autonomia para implementar outros tipos de aprovação, sem contar com as vagas destinadas aos candidatos portadores de necessidades especiais. Estas propostas visam igualar as oportunidades para todos os candidatos.

Para conferir a porcentagem disponível para cada programa, verifique a proposta anual do Sisu e do Prouni e e se inscreve para a realização do Exame Nacional do Ensino Médio.

This entry was posted in Blogging. Bookmark the permalink. Comments are closed, but you can leave a trackback: Trackback URL.